Dspace-interface-anotacoes

De Wiki REDDES

Tabla de contenidos

XMLUI X JSPUI

Talvez a maior alteração estrutural efetuada no DSpace tenha ocorrido na versão 1.5, que se manteve na versão 1.6, foi a possibilidade de utilizar duas interfaces web, a JSPUI (Java Server Pages User Interface) e a XMLUI (eXtented Mark Language User Interface).

Essa arquitetura de sistema (apresentada na figura 1) permite que se escolha a inteface web entre duas tecnologias distintas, com as vantagens e desvantagens de cada uma. Uma das decisões do administrador ou da equipe responsável pelo repositório é exatamente decidir qual das interfaces o repositório irá utilizar. Assim, é mister apresentar as duas interfaces neste manual. Havendo somente um banco de dados e um conjunto de programas, independentemente da interface escolhida, o sistema operará plenamente.

O JSPUI mantém a mesma tecnologia das versões antigas e serve para manter a compatibilidade com elas, facilitando a migração para a tecnologia XMLUI, ou apenas para aqueles que preferem essa tecnologia. Baseada em páginas JSP (páginas HTML mescladas com programação Java), para alguns técnicos é mais fácil de manipular. Entretanto, representa uma tecnologia mais antiga.

O XMLUI, por sua vez, é inovador. Baseado na tecnologia XML, que ganha cada vez mais espaço na internet, separa a camada de negócio da apresentação. Essa estrutura apresenta-se mais segura, porém mais complexa. Sua interface é alterada exclusivamente com o uso de folhas de estilos e programas conversores (XSL), exigindo assim profissionais que possuam conhecimentos específicos de desenho de sistemas web com XML.

Opcionalmente pode-se implementar o repositório com a interface JSPUI até que a equipe técnica sinta-se confortável para migrar para a interface XMLUI. Essa estratégia não interfere nas operações efetuadas no repositório, mas exige maior controle por parte dos profissionais envolvidos, principalmente no que se refere à apresentação. Os dados são os mesmos, independentemente da interface, mas tudo o que se relacionar à apresentação é particular a cada interface.


Retirado esse texto do documento abaixo:

Milton Shintaku, Rodrigo Meirelles. MANUAL DO DSPACE administração de repositórios. Salvador:EDUFBA, 2010



Criando comunidades

Imagen:Dspace1.png

Na barra lateral clique em My Dspace para logar no sistema.


Imagen:Dspace login.png

Digite o seu e-mail e a sua senha de administrador.

Imagen:Dspace comunidade1.png

Na barra lateral clique em Communities & Collections.

Imagen:Dspace comunidade2.png

Para Criar uma Nova comunidade clique no botão "Create Top-Level Community..."

Imagen:Dspace comunidade3.png

Preencha este pequeno formulario com os seguintes campos:

  • Nome
  • Uma pequena descrição
  • Um texto de introdução (HTML)
  • Um texto de Copyright
  • Um texto que fica na barra lateral (HTML)
  • Subir um logo
Observação: nenhum campo é obrigatório se não tiver nome o Dspace coloca home page.


Imagen:Dspace comunidade4.png

Formulário preenchido clique no botão "Create"

Observação: esta pagina tem um link para o Help sempre útil consultar em caso de duvidas.


Imagen:Dspace colecao1.png

Pronto acabamos de criar uma comunidade. Agora vamos criar a primeira coleção desta comunidade.

No lado direito da tela tem algumas ferramentas administrativas da Comunidade.

Você pode Editar as informações da Comunidade, Criar coleções, Criar sub-comunidade, vários tipos de exportação e um help básico muito útil.

Então clicar em "Create Collection" para criar uma coleção.

Imagen:Dspace colecao2.png

Você pode escolher uma ou mais opções para a sua coleção.

Imagen:Dspace colecao3a.png

Preencha este pequeno formulario com os seguintes campos:

  • Nome
  • Uma pequena descrição
  • Um texto de introdução (HTML)
  • Um texto de Copyright
  • Um texto que fica na barra lateral (HTML)
  • Licença
    • Licença que deve conceder requisitantes. Deixe em branco para usar a licença padrão.
  • Historico
    • Texto simples, todas as informações sobre a historia desta coleção. Não é mostrado em páginas de coleta.
  • Subir um logo

Imagen:Dspace colecao3b.png

Depois de preencher os campos clique no botão "Next"

Imagen:Dspace colecao4.png


Passos para criar a comunidade

  • Acessar o módulo de administração do dspace
  • Acessar o "Mydspace" (acesso como administrador)
  • No menu do lado esquerdo, acessar o "Administer"
  • Na próxima página, acessar "Comunidade e coleções"
  • Acesse "Create top level community"
  • Irá aparecer um formulário com os seguintes elementos
    • Name
    • Short Description
    • Introductory text (HTML)
    • Copyright text (plain text)
    • Side bar text (HTML)
    • Logo (upload)
  • Clicar em create

Passos para criar os Membros e os grupos

  • No módulo de administração, no contexto da comunidade, existe uma tabela com varias funcionalidade, entre elas: "edit, create collection, create sub-community, export subcomunity, export migrate-community, export metadata"
  • Vamos acessar "edit"
  • Irão aparecer todos os campos do formulário de criação de comunidades, no fim, do formulário irá aparecer
    • Comunidade de administrador
    • Comunidade de autorizados
    • entre em cada um deles e adicione os membros
      • BUG --> quando faz update do que foi escolhido, a tela não vai para frente

Passos para fazer harvesting

DSpace como Cliente

  • Criar uma Comunidade
    • Criar uma Coleção para esta Comunidade
      • Na quarta tela de configuração da Coleção, em Harvesting Settings preencher da seguinte forma:

Imagen:Dspace harvesting.png

    • Na interface xmlui, fazer autenticação como adm;
    • No menu Administrative, clicar em Control Panel
      • Acessar a aba Harvesting e clicar no link de ID da Coleção em Collections set up for harvesting
      • Acessar a aba Content Source
      • Clique em Test Settings e se estiver tudo correto aparecerá Harvesting settings are valid.
      • Clique em Save e depois Import Now.

DSpace como Provedor

O DSpace já vem configurado como um Provedor OAI-PMH. Basta acessar a URL correta como no exemplo:

http://dspace.teste.bireme.org:8080/oai/request?verb=Identify

Harvesting de uma comunidade/coleção especifica

O DSpace mapeia as comunidades e coleções para Sets do OAI-PMH facilitando a coleta de dados de uma comunidade ou coleção especifica. Para ver quais as coleções e seus setSpecs de um Dspace, acesse a interface de OAI usando o verbo ListSets, como no exemplo:

http://dspace.teste.bireme.org:8080/oai/request?verb=ListSets

Depois use o setSpec da coleção desejada para fazer a listagem dos registros, por exemplo:

http://dspace.teste.bireme.org:8080/oai/request?verb=ListRecords&metadataPrefix=oai_dc&set=hdl_123456789_2

Adaptação do XML para Harvesting

Como habilitar o QDC no DSpace

Campos na entrada de dados Campos XML DC Campos XML QDC QDC BIREME
dc.contributor.author dc:creator dcterms:author
dc.date.accessioned dc:date dcterms:accessioned dcterms:accessioned
dc.date.available dc:date dcterms:available dcterms:available
dc.date.issued dc:date dcterms:issued dcterms:issued
dc.identifier.citation dc:identifier dcterms:bibliographicCitation dcterms:bibliographicCitation
dc.identifier.issn dc:identifier dcterms:issn*
dc.identifier.uri dc:identifier dc:identifier dc:identifier
dc.description dc:description dc:description dc:description
dc.description.abstract dc:description dcterms:abstract dcterms:abstract
dc.description.sponsorship dc:description dcterms:sponsorship
dc.language.iso dc:language dc:language dc:language
dc.publisher dc:publisher dc:publisher dc:publisher
dc.relation.ispartofseries dc:relation dcterms:isPartOfSeries
dc.subject dc:subject dc:subject dc:subject
dc.title dc:title dc:title dc:title
dc.title.alternative dc:title dcterms:alternative dcterms:alternative
dc.type dc:type dc:type dc:type

dc.identifier.*

dc.identifier.govdoc = <dcterms:govdoc />
dc.identifier.isbn = <dcterms:isbn />
dc.identifier.issn = <dcterms:issn />
dc.identifier.sici = <dcterms:sici />
dc.identifier.ismn = <dcterms:ismn />
dc.identifier.other = <dcterms:other />

Arquivo QDC.properties - modelo proposto

QDC.properties : Arquivo utilizado no sistema para ser realizado a captura dos meta-dados via "harvest".

A estrutura mostrada na coluna QDC.properties sugerido foi criada para poder ter os elementos num nível mais detalhado, diferentemente do formato padrão do sistema oaidc.properties.

#Campos existentes no Schema DC padrão do sistemaQDC.properties sugeridoObservações
1dc.contributordc.contributor = <dc:contributor />
2dc.contributor.advisordc.contributor.advisor = <dcterms:advisor />
3dc.contributor.authordc.contributor.author = <dcterms:author />
4dc.contributor.editordc.contributor.editor = <dcterms:editor />
5dc.contributor.illustratordc.contributor.illustrator = <dcterms:illustrator />
6dc.contributor.otherdc.contributor.other = <dc:contributorOther />
7dc.coverage.spatialdc.coverage.spatial = <dcterms:spatial />
8dc.coverage.temporaldc.coverage.temporal = <dcterms:temporal />
9dc.creatordc.creator = <dc:creator />Do not use; only for harvested metadata.
10dc.datedc.date = <dc:date />
11dc.date.accessioneddc.date.accessioned = <dcterms:accessioned />Preenchido pelo sistema
12dc.date.availabledc.date.available = <dcterms:available />Preenchido pelo sistema
13dc.date.copyrightdc.date.copyright = <dcterms:copyright />
14dc.date.createddc.date.created = <dcterms:created />
15dc.date.issueddc.date.issued = <dcterms:issued />
16dc.date.submitteddc.date.submitted = <dcterms:submitted />
17dc.identifierdc.identifier = <dc:identifier />
18dc.identifier.citationdc.identifier.citation = <dcterms:bibliographicCitation />
19dc.identifier.govdocdc.identifier.govdoc = <dcterms:govdoc />
20dc.identifier.isbndc.identifier.isbn = <dcterms:isbn />
21dc.identifier.issndc.identifier.issn = <dcterms:issn />
22dc.identifier.sicidc.identifier.sici = <dcterms:sici />
23dc.identifier.ismndc.identifier.ismn = <dcterms:ismn />
24dc.identifier.otherdc.identifier.other = <dc:identifierOther />
25dc.identifier.uridc.identifier.uri = <dc:identifierUri />Preenchido pelo sistema
26dc.descriptiondc.description = <dc:description />
27dc.description.abstractdc.description.abstract = <dcterms:abstract />
28dc.description.provenancedc.description.provenance = <dcterms:provenance />
29dc.description.sponsorshipdc.description.sponsorship = <dcterms:sponsorship />
30dc.description.statementofresponsibilitydc.description.statementofresponsibility = <dcterms:statementofresponsibility />
31dc.description.tableofcontentsdc.description.tableofcontents = <dcterms:tableofcontents />
32dc.description.uridc.description.uri = <dc:descriptionOther />
33dc.formatdc.format = <dc:format />
34dc.format.extentdc.format.extent = <dcterms:extent />
35dc.format.mediumdc.format.medium = <dcterms:medium />
36dc.format.mimetypedc.format.mimetype = <dcterms:mimetype />
37dc.languagedc.language = <dc:language />
38dc.language.isodc.language.iso = <dcterms:iso />
39dc.publisherdc.publisher = <dc:publisher />
40dc.relationdc.relation = <dc:relation />
41dc.relation.isformatofdc.relation.isformatof = <dcterms:isformatof />
42dc.relation.ispartofdc.relation.ispartof = <dcterms:ispartof />
43dc.relation.ispartofseriesdc.relation.ispartofseries = <dcterms:ispartofseries />
44dc.relation.haspartdc.relation.haspart = <dcterms:haspart />
45dc.relation.isversionofdc.relation.isversionof = <dcterms:isversionof />
46dc.relation.hasversiondc.relation.hasversion = <dcterms:hasversion />
47dc.relation.isbasedondc.relation.isbasedon = <dcterms:isbasedon />
48dc.relation.isreferencedbydc.relation.isreferencedby = <dcterms:isreferencedby />
49dc.relation.requiresdc.relation.requires = <dcterms:requires />
50dc.relation.replacesdc.relation.replaces = <dcterms:replaces />
51dc.relation.isreplacedbydc.relation.isreplacedby = <dcterms:isreplacedby />
52dc.relation.uridc.relation.uri = <dc:relationUri />
53dc.rightsdc.rights = <dc:rights />
54dc.rights.uridc.rights.uri = <dc:rightsUri />
55dc.sourcedc.source = <dc:source />Do not use; only for harvested metadata.
56dc.source.uridc.source.uri = <dc:sourceUri />Do not use; only for harvested metadata.
57dc.subjectdc.subject = <dc:subject />
58dc.subject.classificationdc.subject.classification = <dcterms:classification />
59dc.subject.ddcdc.subject.ddc = <dcterms:ddc />
60dc.subject.lccdc.subject.lcc = <dcterms:lcc />
61dc.subject.lcshdc.subject.lcsh = <dcterms:lcsh />
62dc.subject.meshdc.subject.mesh = <dcterms:mesh />
63dc.subject.otherdc.subject.other = <dc:subjectOther />
64dc.titledc.title = <dc:title />
65dc.title.alternativedc.title.alternative = <dcterms:alternative />
66dc.typedc.type = <dc:type />
67dc.date.updateddc.date.updated = <dcterms:updated />
68dc.description.versiondc.description.version = <dcterms:version />
69dc.identifier.slugdc.identifier.slug = <dcterms:slug />
70dc.language.rfc3066dc.language.rfc3066 = <dcterms:rfc3066 />
71dc.rights.holderdc.rights.holder = <dcterms:holder />

Conversão de XML no formato Dublin Core Qualificado - QDC para ISIS

Objetivo: Converter um arquivo XML no formato Dublin Core Qualificado – QDC para base no formato ISIS


Observação: Esta conversão não está seguindo a metologia LILACS, apenas foi desenvolvida a técnica.


Bibliotecas:

Xml2Isis.jar
zeusIII.jar
Utils.jar


Árvore de processo:

xml2isis_dspace
             |
             +-- bases (resultado de processamento)
             |       |
             |       +-- conversoes.lst (arquivos processados)
             |       +-- final.mst/xrf  (arquivo com resultado em ISIS)
             |       +-- XMLs.lst       (arquivos a processar)
             |
             +-- tabs  (tabelas auxiliares)
             |      |
             |      +-- base.pft        (formato de saida dos campos - 71 no total)
             |      +-- base.tab        (arquivo descriminando o caminho hierarquico dos elementos no XML)
             |
             +-- tpl   (script´s)
             |     |
             |     +-- ConvXML2ISIS.sh  (Script que realiza a chamada para conversão, aplicação de gizmo e formato)
             |     +-- GenBasesCISIS.sh (Script que coordena a inserção de arquivo XML para processamento)
             |     +-- Xml2Isis.sh      (Script que chama processo realizado em JAVA)
             |
             +-- xmls  (arquivos XML´s)
                    |
                    +-- arquivos XML oriundos de harvest (entrada para processamento)


Processamento: No prompt, estando no path xml2isis_dspace/bases aplicar o comando

../tpl/GenBasesCISIS.sh


Trecho do arquivo XML: Imagen:harvest_QDC.jpg


Trecho da base ISIS com o resultado: Imagen:harvest_QDC_saida_ISIS.jpg

Configuração do Upload de Arquivos

A etapa Carregar no processo de submissão DSpace tem duas opções de configuração que podem ser definidos no arquivo de configuração [dspace]/config/dspace.cfg:

  • upload.max - O tamanho máximo de um arquivo (em bytes) que pode ser carregado a partir do JSPUI (não aplicável para a XMLUI). O padrão é 536870912 bytes (512 MB). Pode definir este valor como -1 para desativar a limitação de tamanho.

Nota: O aumento deste valor ou ajuste de -1 não garante que DSpace será capaz de conseguir fazer upload de arquivos grandes pela Web, como os uploads grandes depende de muitos fatores, incluindo largura de banda, as configurações do servidor web, a velocidade de ligação à Internet, etc

  • webui.submit.upload.required - Define se os usuários são obrigados ou não a carregar um arquivo. O padrão é true. Quando definido como false os usuários verão uma opção para pular a etapa de upload quando registrar um novo item.


Passos para habilitar o Vocabulário Controlado no Dspace - JSPUI

Objetivo: Habilitar o vocabulário controlado na interface JSPUI.

Observação: Esses procedimentos não se aplicam à interface XMLUI.

Resumo: O sistema vem com duas classificações: [dspace]/config/controlled-vocabularies/nsi.xml e [dspace]/config/controlled-vocabularies/srsc.xml. Utilizei a srsc.xml.

Habilitei no arquivo [dspace]/config/dspace.cfg a linha

webui.controlledvocabulary.enable = true

No arquivo [dspace]/config/input-forms.xml para o elemento subject configurei a linha em destaque:

      <field>
        <dc-schema>dc</dc-schema>
        <dc-element>subject</dc-element>
        <dc-qualifier></dc-qualifier>
        <repeatable>true</repeatable>
        <label>Subject Keywords</label>
        <input-type>twobox</input-type>
        <hint> Enter appropriate subject keywords or phrases below. </hint>
        <required></required>
        <vocabulary closed="false">srsc</vocabulary>
      </field>

Realizei o restart do Tomcat.

Referência:

https://wiki.duraspace.org/display/DSPACE/Use+controlled+vocabularies+%28JSP%29

http://www.dspace.org/1_6_2Documentation/ch05.html#N14889

Passos para customizar o Formulário

Criar a coleção e obter o handle ou código gerado para esta.

Ex. http://172.27.1.237:8080/xmlui/handle/123456789/4
    123456789/4 é o handle da coleção

Editar o arquivo input-forms.xml existente no diretório config

Incluir na raiz "form-map" os atributos para os elementos "collection-handle" e "form-name", onde collection-handle é o código da coleção e form-name é a denominação do formulário a ser criado

Ex. 
<form-map>
  <name-map collection-handle="default" form-name="traditional" />
  <name-map collection-handle="123456789/4" form-name="Livros" />
</form-map>

Definir o atributo para o elemento "form name"

Ex. <form name="Livros">

Definir os elementos para criação dos campos desejados para o novo formulário. Para isso pode ser utilizado os elementos definidos no formulário padrão.

Ex.
<form name="Livros">
 <page number="1">
  <field>
   <dc-schema>dc</dc-schema>
   <dc-element>contributor</dc-element>
   <dc-qualifier>author</dc-qualifier>
   <repeatable>true</repeatable>
   <label>Authors</label>
   <input-type>name</input-type>
   <hint>Enter the names of the authors of this item below.</hint>
   <required></required>
  </field>
 </page>
 <page number="2">
  <field>
   <dc-schema>dc</dc-schema>
   <dc-element>title</dc-element>
   <dc-qualifier></dc-qualifier>
   <repeatable>false</repeatable>
   <label>Title</label>
   <input-type>onebox</input-type>
   <hint>Enter the main title of the item.</hint>
   <required>You must enter a main title for this item.</required>
  </field>
 </page>
</form>

Parar e iniciar o serviço Tomcat.

Referência:

http://www.dspace.org/1_7_1Documentation/Submission%20User%20Interface.html#SubmissionUserInterface-TheStructureofinputforms.xml


Mostrar número de itens da coleção

Para habilitar a mostragem do número de itens de cada coleção, editar o arquivo dspace.cfg e configurar como true o trecho abaixo em destaque.

##### Settings for content count/strength information ####
# whether to display collection and community strengths
# (This configuration is not used by XMLUI.  To show strengths in the
#  XMLUI, you just need to create a theme which displays them)
# webui.strengths.show = false
webui.strengths.show = true

Imagen:numero_itens_da_colecao.jpg


Observações:

  • Se aplica a interface JSPUI.
  • Necessário restart no serviço tomcat.
Herramientas personales